Comando e Medição

Relé Temporizador Coel TW21

Por maio 27, 2019 julho 23rd, 2019 Nenhum comentário

Trabalhar com a variável tempo em processos industriais é muito comum, para isso, além de controladores lógicos que possuem esta função internamente, contamos com componentes elétricos específicos para este fim, os famosos relés temporizadores. Neste artigo, vamos abordar, o relé temporizador da Coel TW21, onde iremos esclarecer de forma simples, as suas funções de funcionamento e demonstrar quais as escalas de tempo que o relé pode trabalhar.

O relé Coel TW21 possui 6 dip switch para escolha da base de tempo e função de trabalho, sendo que, as três primeiras dip switch são para escolha da base de tempo, e as três últimas para escolha da função de atuação do relé. Através das combinações dos switches, podem ser selecionados seis bases de tempo para trabalho, sendo elas, 1 segundo, 10 segundos, 1 minuto, 10 minutos, 1 hora e 10 horas.

Demonstrar como selecionar a base de tempo para funcionamento do relé TW21.

Antes de demonstrarmos o funcionamento das funções selecionáveis do TW21 Coel, vamos esclarecer a função de alguns terminais de conexão dele. Além de seis conexões para os contatos reversíveis dos dois relés internos (R1 e R2), o TW21 possui cinco terminais, utilizados para alimentação da bobina e para acionamento das funções. Para acionamento da bobina em CA nas tensões de 94 a 242 V, utiliza-se os terminais A1 e A2, já alimentação em CA 24 V/CC 24 V ou CC 12 V, utiliza-se os terminais A1 e B1. Para acionamento das funções utiliza-se os terminais CA e CB.

Os controles CA e CB, comandam os relés de saída R1 e R2, se acionado CA com CB sem ser acionado, os relés R1 e R2 funcionam simultaneamente. Agora se CB for acionado o relé R2 é ligado instantaneamente. Dito isto, vamos esclarecer as funções de acionamento do relé TW21 Coel, vejam:

  • Função E: Retardo na energização: Neste modo, acionamos o terminal CA, mantemos CB em repouso. O temporizador identifica este pulso em CA e inicia a contagem de tempo pré estabelecido, após a contagem, os relés de saída R1 e R2 são acionados, e assim permanecem até um reset no relé.
  • Função ES: Retardo na energização com um contato instantâneo: Neste modo, acionamos CA e CB. O temporizador identifica o pulso em CB e liga instantaneamente o relé de saída R2. Identificando o pulso em CA, inicia a contagem pré estabelecida e aciona o relé de saída R1. Desta forma, temos o relé R2 acionado instantâneo e o relé R1, acionado após a contagem do tempo. Os mesmos permanecem acionados até um reset no relé TW21.
  • Função Q: Função biestável: Neste modo, acionamos o terminal CA, mantemos CB em repouso. O temporizador identifica o pulso em CA e aciona os relés R1 e R2, com um novo pulso em CA, os relés R1 e R2 são desligados. Este modo identifica borda de subida em CA, e assim comuta o estado dos relés R1 e R2.
  • Função C1: Prolongamento de pulso com disparo de tempo na borda de subida: Neste modo, acionamos o terminal CA e mantemos CB em repouso. O temporizador identifica o pulso de borda de subida em CA, conta o tempo pré estabelecido e liga os relés R1 e R2. Com novo pulso de borda de subida em CA, os relés R1 e R2 comutam seus estados, a contagem é efetuada novamente, ocorre o acionamento dos relés R1 e R2. E assim sucessivamente a cada pulso de borda de subida de CA.
  • Função C: Prolongamento de pulso com disparo de tempo na borda de descida: Neste modo, acionamos CA e mantemos CB em repouso. Quando tiramos o pulso de CA, o temporizador identifica a borda de descida e inicia a contagem para comutar os relés R1 e R2. E assim sucessivamente a cada pulso de borda de descida em CA.
  • Função G1: Pulso na energização com disparo de tempo em borda de subida: Neste modo, acionamos CA, mantemos CB em repouso. O temporizador identifica a borda de subida em CA e liga simultaneamente os relés R1 e R2, e inicia a contagem do tempo pré estabelecido. Após a contagem, os relés R1 e R2 são desligados, mesmo com o pulso em CA, ainda em nível alto. Só ocorrerá a ligação de ambos os relés, com nova identificação da borda de subida.
  • Função G2: Pulso na energização com disparo de tempo na borda de descida: Neste modo, acionamos CA, mantemos CB em repouso. Quando o pulso de CA for retirado, o temporizador identifica a borda de descida, aciona os relés R1 e R2, executa a contagem pré estabelecida e desliga os dois. O ciclo se repete a cada acionamento e desacionamento de CA.
  • Função D: Função cíclica com tempos simétricos: Neste modo, acionamos CA, mantemos CB em repouso. Com a identificação da borda de subida em CA, ocorre nos relés de saída R1 e R2, uma alternância de estado, sendo ligados e desligados ciclicamente. O tempo em que os relés estarão acionados e desacionados, dependem do tempo pré estabelecido. O temporizador divide este tempo ao meio, ou seja, metade do tempo pré estabelecido os relés R1 e R2 estarão acionados, e a outra metade desacionados.
  • Função P: Função cíclica com tempos percentuais: Neste modo, acionamos CA, mantemos CB em repouso. Com a identificação da borda de subida em CA, ocorre nos relés de saída R1 e R2, uma alternância de estado, sendo ligados e desligados ciclicamente, os relés neste caso, são acionados após uma porcentagem do tempo já ter sido contabilizado. O tempo em que os relés estarão acionados e desacionados, dependem do tempo pré estabelecido. O temporizador divide este tempo em percentuais, de acionamento e desacionamento. A soma das porcentagens de acionado e desacionado, totalizam o 100% do tempo pré estabelecido.
  • Função Y: Temporização para partida de motores trifásicos: Neste modo, acionamos CA, mantemos CB em repouso. O temporizador identifica o pulso de borda de subida em CA e energiza R1, mantendo o mesmo ligado pelo tempo pré estabelecido. Após o tempo ocorrido, R1 é desligado, e R2 acionado após 250 milissegundos R1 ter sido desacionado.

Desta forma esclarecemos um pouco as funções e configurações do relé TW21 da Coel, produto que possibilita várias formas de aplicações, sendo muito completo em suas funções e atendendo várias bases de tempo para funcionamento. Com isso, expandimos o conhecimento e compartilhamos informações para que acionamentos e sistemas elétricos se tornem cada vez mais eficazes.

View Tech

Autor View Tech

Engenheiro Eletricista 25 anos de experiencia na área de Automação e Manutenção Industrial. Proprietário da Empresa View Tech Engenharia de Automação.

Mais artigos de View Tech

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: